Energia solar deve atender 13% das residências em 2050 - Notícias - Qualidade de Vida - Nordeste Agora
Twiter Nordesteagora Facebook Nordesteagora RSS Nordesteagora

Energia solar deve atender 13% das residências em 2050

11 mai 2015

| 09h41 | Qualidade de Vida
Divulgação

A redução do custo e o incentivo à instalação de painéis fotovoltaicos nos telhados das residências devem provocar uma importante mudança na estrutura de fornecimento energético do sistema nacional brasileiro, sinalizou, na semana passada, o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Mauricio Tolmasquim. Segundo ele, projetos dessa natureza, chamados de geração distribuída fotovoltaica residencial, podem representar o atendimento a 13% do consumo residencial brasileiro em 2050. Hoje, esse número é de apenas 0,2%. O potencial técnico para a geração de energia a partir de painéis fotovoltaicos instalados em telhados de residências seria de 33 mil MW médios, segundo Tolmasquim. "Olhando a tarifa atual, a energia fotovoltaica já é viável e acreditamos que, entre hoje e 2019, o custo da fotovoltaica continuará competitiva", afirmou o presidente da EPE. A competitividade citada por ele é pautada pela redução do custo de instalação de sistemas de geração e pela decisão do governo de isentar o ICMS sobre o resultado líquido dos consumidores que geram a própria energia. O resultado líquido viria da diferença entre o volume de energia gerado e o montante consumido - não havendo a isenção, o consumidor que gerava energia seria bitributado. Essa isenção permite que, hoje, o custo da energia em projetos de geração distribuída fotovoltaica seja viável para 57 distribuidoras do país.

 


Fonte: Agência Estado.

Leia mais...

« Anterior  1  2 3 4 5 6 ... Próxima » 

Loterias

http://classifeira.com
Terça
Céu geralmente limpo
30°  25° 
Humidade:79%
Quarta
Céu geralmente limpo
31°  26° 
Humidade:81%
Quinta
Pouco nublado com tempestade eléctricas
31°  25° 
Humidade:82%
tempo.pt   +info
Nordesteagora
Lince Web - Soluções Inteligentes
© Copyright 2012 - 2019. Nordeste Agora.